Pratique tiro com chumbinho, é legal!

PISTOLA DE AR 10M



1. Objetivo

Regulamentar a prova de Pistola de Ar 10 metros

2. Desenvolvimento

a. Distância

10 Metros.

b. Tempo

25 Minutos para preparação, ensaio e prova.

c. Alvo

Do Tiro Virtual composto por dois centros de alvo para ensaio e 10 alvos de prova impressos em uma mesma cartela. Também podem ser usados 7 alvos (1 para o ensaio e 6 para a prova com 5 tiros por alvo) de pistola de ar, tamanho 17 X 17 cm, oficial da Federação Internacional de Tiro Esportivo.

d. Posição

De pé, sem nenhum tipo de apoio ou suporte. A sustentação da arma se dará com uma ou duas mãos sem apoio externo.

e. Pistola

Serão permitidas quaisquer pistolas de ar comprimido por ação de mola ou PCP.

f. Calibre

Somente no calibre 4.5 mm.

g. Peso do gatilho

Conforme a vontade do atirador.

h. Mira

Será permitida somente mira aberta.

i. Competição

1) Preparação e Ensaio
Após o comando de iniciar, dado pelo árbitro, o atirador poderá realizar uma quantidade de tiros indeterminada de tiros de ensaio nos 2 centros de alvos localizados na parte superior da cartela de alvos do Tiro Virtual que contém ainda os 10 alvos de prova (raiamento de 4 a 10). O tempo de preparação e ensaio está computado dentro do tempo da prova que é de 25 minutos.

2) Prova propriamente dita
Após a preparação e o ensaio, o atirador, por iniciativa própria, deverá iniciar os 30 tiros de prova na quantidade de 3 tiros por alvo nos 10 alvos de prova. Em caso impacto a mais dados nos alvos de prova, serão computados somente os 30 impactos com valores mais baixos, a partir de dois impactos a mais o atirador será punido em dois postos por impacto a mais.
Os rasgos no papel não são contados e sim somente a parte do furo do tamanho do projétil.

3) Prova

Pistola de ar 10m

4) Categorias

A prova será disputada de forma específica, para todos os atletas, nas categorias masculina e feminina a saber:

Juvenil masculino e feminino – até 15 anos
Júnior masculino e feminino – de 16 a 20 anos
Sênior – de 21 a 55 anos
Dama – a partir de 21 anos
Máster masculino – de 56 a 64 anos
Veterano masculino– a partir de 65 anos
Para-atleta – categoria única para homens e mulheres de qualquer idade.

As mudanças de categoria juvenil para júnior e de júnior para sênior ou dama será de forma automática. Atiradores das categorias master que desejam competir na categoria sênior e veteranos que desejam competir nas categorias master ou sênior deverão solicitar a mudança ao coordenador nacional.

A mudança de categoria acontecerá em 1º de janeiro do ano em que o atirador atingir a idade limite da categoria. Exemplo: atirador nascido em 23 de dezembro do ano 2.010 mudará da categoria juvenil para a categoria junior em 1º de janeiro do ano de 2.026, ou seja, o sistema tomará por base o ano (e não o dia e o mês do nascimento) em que o atirador completará a idade correspondente a categoria.

5) Desempate

a) Definições

Dez central ou interior é a denominação dada ao circulo interior do dez que passaremos a chamar de X. Dez exterior é a denominação dada ao círculo externo do dez.

b) Lançamento de resultados

Os resultados deverão ser lançados considerando o número de dez interior (X) e número de dez exterior. Para cada dez interior será atribuído o valor de mais 0,03. Para cada dez exterior será atribuído o valor de mais 0,01.

Exemplo1: O atirador Pedro Vitor obteve o resultado de 10 X, 6 dez exterior e 4 nove fazendo uma pontuação 256. Deverá ser lançado no sistema:
10 X 0,03 = 0,30
6 X 0,01 = 0,06
Total = 0,36
Total a ser lançado: 256,36

Exemplo2: O atirador João Manoel obteve o resultado de 1 X, 16 dez exterior, 2 nove e 1 oito fazendo uma pontuação de 196. Deverá ser lançado no sistema:
1 X 0,03 = 0,03
16 X 0,01 = 0,16
Total = 0,19
Total a ser lançado: 256,19

Desta forma teremos:
1º Lugar: Pedro Vitor com 256,36 pontos
2º Lugar: João Manoel com 256,19 pontos

Para efeito de publicação no site do Tiro Virtual, os atiradores que obtiverem a mesma pontuação, mesmo que com o critério dos X e 10 exterior, irão ocupar a mesma posição na tela de classificação.

Exemplo3:
Danilo Pereira 255,31,
Rodrigo Vasconcelos 255,31 e
Francisco Carlos 254,34.

Desta forma temos:
1º Lugar: Danilo Pereira 195,31
1º Lugar: Rodrigo Vasconcelos 195,31
3º Lugar: Francisco Carlos 194,34

c) A nível estadual

Para efeito de publicação no site do Tiro Virtual, não haverá desempate, os atiradores que obtiverem a mesma pontuação na prova ocuparão a mesma posição na tela de classificação do Tiro Virtual.

d) A nível local

Para efeito de premiação local os resultados deverão ser desempatados a critério da organização local.

6) Comandos

“Atenção atiradores, a seus postos”
"Atenção atiradores o tempo de preparação, ensaio e prova de 25 minutos começará a partir de agora”
"Prova terminada"

7) Conduta durante as provas

a) Serão exigidas todas as normas referentes à segurança em competição de tiro.

b) É proibido fumar na linha de tiro.

c) O atirador ao se dirigir ao árbitro deverá fazer de forma educada e não prejudicando o atiradores concorrentes.

d) O atirador deverá se movimentar o mínimo possível em seu posto de tiro visando a não prejudicar os atiradores concorrentes.

e) Serão permitidas saídas e entradas no posto de tiro durante a competição, porém o atirador devera fazer de forma a não prejudicar os atiradores concorrentes. Para sair do posto, o atirador deverá avisar ao árbitro.

f) A arma quando colocada sobre a bancada ou mesa e sem o contato com pelo menos uma das mãos deverá está aberta e apontada na direção dos alvos.

g) Não é permitido nenhum tipo de auxílio ao atirador no posto de tiro. Caso este necessite de assistência, deverá solicitar ao árbitro autorização para dirigir-se a alguém fora do posto de tiro. No caso em que o afastamento da linha de tiro deva ocorrer com a arma, o atirador deverá fazê-lo com a mesma descarregada.

h) Em casos de afastamento do posto de tiro por ação voluntária do atirador ou atendendo à chamada de alguém, não haverá acréscimo de tempo.

i) Não existe idade mínima para competir. Menores de 18 anos poderão competir somente se acompanhado e autorizado por um responsável de maior idade. A critério do organizador local, poderá ser pedido ao responsável pelo menor uma declaração, por escrito, que autorize o menor a participar.

j) O árbitro poderá autorizar um acompanhante para ajudar a armar e carregar a arma em casos de para-atleta, juvenil e atiradores do sexo feminino que tenham dificuldade (força) para fazer estas operações.

k) Todos os expedientes ou equipamentos que possam vir a facilitar o atirador durante a prova, e que não foram mencionados em nossos regulamentos, ou ainda, contrariem o espírito destas regras, são proibidos, a critério do árbitro.

l) A qualquer momento da prova o árbitro poderá examinar o equipamento do atirador e impugnar os resultados, caso o julgue em desacordo com as normas estabelecidas.

8) Penalidades

Em caso de descumprimento de qualquer sub-item do item 7) Conduta durante as provas, o atirador poderá ser penalizado:

a) Quando da primeira ocorrência: Advertência verbal.

b) Quando da segunda ocorrência: Dedução de 2 pontos no último alvo da prova.

c) Quando da terceira ocorrência: Dedução de mais 2 pontos no último alvo da prova.

d) Quando da quarta ocorrência: Desqualificação do atirador naquela participação. O atirador desqualificado não faz jus a devolução do valor da inscrição ou reinscrição.
Combat - Acessórios de Tiro Esportivo Movimento Viva Brasil Clube de Tiro Gun House Gun House - Loja Virtual LCL Alvos - Alvos Esportivos AirSoft Brasil CBTE - Confederação Brasileira de Tiro Esportivo Rifle FCTE - Federação Cearense de Tiro Esportivo Revista Magnun CBTE, FCTE e CTGH CBC - Companhia Brasileira de Cartuchos WIR

Armas de Pressão não são armas de fogo!... conheça a legislação